Restrospectiva 2023

Retrospectiva 2023: 20 anos de movimento bissexual brasileiro 

No ano em que celebramos os 20 anos do movimento bissexual no Brasil muitas coisas importantes aconteceram e nessa retrospectiva vamos repassar cada uma delas! 

2023 foi um ano histórico para o movimento bissexual brasileiro. Participamos de construções inéditas, retomamos a realização de eventos presenciais, protocolamos projeto de lei na Camara Federal e colocamos de pé o I Encontro Nacional do Movimento Bissexual Brasileiro. Perdeu algum desses marcos? Então se liga na retrospectiva: 


MARÇO

Enviamos o relatório da I Conferência Livre Nacional de Saúde Mental Bissexual, realizada pela Frente Bissexual Brasileira em formato remoto nos dias 6 e 7 de agosto de 2022, para o Conselho Nacional de Saúde.   

MAIO

Estivemos em Brasília visitando a recém criada Secretaria Nacional dos Direitos LGBT do MDHC. Na ocasião fizemos a entrega da carta de apresentação da FBB e demandas do movimento bissexual à companheira bissexual Danielle Brígida, Diretora de Promoção e Defesa dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+ da Secretaria Nacional dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+.


Fomos entidade habilitada a participar do processo de votação para formação de lista tríplice para o cargo de Defensoria Nacional de Direitos Humanos - biênio 2023/2025 (edital CSDPU/CSDPU n2 de 19 de maio de 2023), resultando na eleição da Dra. Carolina Soares Castelliano Lucena de Castro.  


Participamos e fomos uma das entidades organizadoras da I Conferência Livre de Saúde de Pessoas LGBTIAPN+. 


JUNHO

Participamos da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo na Avenida Paulista. A Frente Bissexual Brasileira e o Coletivo Bi-sides foram convidados pela organização da Parada para a construção de um Trio bi+ pela primeira vez organizado pelo movimento bissexual no evento (junto ao movimento assexual e intersexo). 


Participamos da solenidade de reinstalação da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas LGBTI+ no Estado de São Paulo, presidida pelo companheiro bissexual Deputado Estadual Guilherme Cortez. 


Reivindicamos ao MDHC a indicação de dois nomes em representação do movimento e pesquisa bissexual para compor o recém criado Grupo de Trabalho de verdade, memória e reparação histórica à população LGBTQIA+ (Portaria 366 de 22 de Junho de 2023), com o objetivo de esclarecer as violações de Direitos Humanos contra pessoas LGBTQIA+ na história brasileira.


Participamos da primeira reunião de trabalho junto ao GAL MRE (Grupo de Ação LGBTQIA+ do Ministério das Relações Exteriores) para aproximar e dialogar sobre ações conjuntas que promovam direitos e pautas bissexuais nas ações e estrutura do MRE. 


Participamos de reunião com o gabinete do Deputado Estadual Guilherme Cortez sobre a CPI "para investigar utilização de hormônios em crianças e adolescentes trans pelo Hospital das Clínicas". 


JULHO

Participamos de reunião presencial de trabalho sobre pautas bissexuais na Secretaria Nacional dos Direitos LGBT do MDHC. 


AGOSTO

Participamos de reunião de trabalho com a Assessoria de Políticas de Inclusão, Diversidade e Equidade em Saúde (SVSA) do Ministério da Saúde.


Participamos de reunião estratégica com a Secretaria Nacional de Diálogos Sociais e Articulação de Políticas Públicas.


Participamos de reunião de trabalho com a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGTES) do Ministério da Saúde. 


SETEMBRO

Realizamos em parceria com a COMBI/SC e CRP12 o encontro "Diálogos da Bissexualidade: Saúde Mental de Pessoas Monodissidentes" em Florianópolis/SC. 


Participamos do XX Seminário LGBTQIA+ do Congresso Nacional "Reconstrução de Políticas Públicas para a Cidadania LGBTQIA+" em Brasília/DF.


Realizamos o 1º Encontro Nacional do Movimento Bissexual Brasileiro em Brasília dias 22 e 23 de setembro de 2023, nas dependências do Espaço Cultural Renato Russo. Foi organizado pela Frente Bissexual Brasileira, por meio de representações da militancia autonoma e de representações dos coletivos Bi-Sides, Coletivo Amora, Coletivo BIL, Combi/SC, Frente Bi PI e Vale PCD. E contou com a presença de aproximadamente uma centena de pessoas bissexuais/monodissidentes de todas as regiões do país. Ao final, o encontro gerou a Carta de Brasília que refletiu as discussões e encaminhamentos sobre saúde, bem viver, memória, acolhimento, políticas públicas, intersecções políticas, artísticas que ocorreram naquele primeiro encontro presencial nacional do movimento bissexual brasileiro. E durante o encontro anunciamos o protocolo na Câmara de Deputados, com o apoio do gabinete da Deputada Federal Daiana Santos, do projeto de lei que institui o Dia Nacional do Orgulho Bissexual no Brasil, a ser comemorado em 26 de setembro, em alusão a primeira edição do Festival BI+ (data que o movimento bissexual brasileiro celebra desde 2021).


OUTUBRO

Participamos e fomos uma das redes organizadoras do XI SENALESBI (Seminário Nacional de Lésbicas e Bissexuais) realizado em Recife/PE.


NOVEMBRO

Participamos de reunião de trabalho com a Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) do Ministério da Saúde.


DEZEMBRO

Apoiamos a realização e participamos do II SENABI (Seminário Nacional de Estudos Bissexuais) na UNICAMP em Campinas/SP, que aconteceu no formato híbrido e foi organizado pela REBIM.  


Participamos da primeira reunião do Grupo de Trabalho de verdade, memória e reparação histórica à população LGBTQIA+ (Portaria 366 de 22 de Junho de 2023).